For the first time.

Há tanto por contar que nem sei por onde começar.. E vai ser estranho relembrar tudo novamente passado tanto tempo.. Não é que não gostasse de voltar atrás porque não me importava nada !
Bem o inicio dos inícios foi no dia 17 de Setembro de 2009. Era uma quinta feira estávamos no 3º dia de aulas, eu no 8º ano, e ele no 7º ano. Ambos tínhamos a mesma idade só que ele estava a repetir o 7º, porque pelo que me contou, chumbou por faltas. Bem nessa quinta-feira, no primeiro intervalo da tarde, eu estava a andar pela escola como era costume nos primeiros dias de aulas, com as minhas amigas, para vermos os rapazes novos. Todas elas já tinham conhecido um, menos eu que estava nem ai, porque gostava de outro rapaz, mas esse rapaz não se decidia em relação ao que sentia por mim que eu começa a ficar farta das indecisões dele, e comecei a tentar seguir em frente. Estamos a ir para o campo, onde opé havia uma mesa de matriquilhos onde os rapazes passavam intervalos viciados a jogar, enfim ! Depois vi um rapaz que eu achei giro, e comentei com uma das minhas amigas, que assim que ouviu eu dizer isto, foi logo ter com ele para me apresentar, porque ele era da turma dela e eles eram conhecidos. Essa minha amiga, sabia da história do outro rapaz que eu gostava, por isso é que ela também foi logo sem hesitar para me apresentar a ele. Eu na altura era um pouco tímida nessas coisas, porque não tinha auto-estima, por isso nunca fui dada a isso de pedir para conhecer alguém, esperava sempre que alguém tomasse essa iniciativa. Então a primeira coisa que me veio á cabeça nesse momento para tentar 'escapar' a conhecer esse rapaz, foi ligar a um amigo meu, mas mesmo assim não escapei, e lá nos conhecemos. Trocamos números, e depois cada um foi para o seu lado. Lembro-me muito bem deste dia, eu estava com as minhas botas pretas da adidas, com o meu top rosa, e com um casaco branco, e lembro-me que ele estava de calções, é estranho ter decorado tanto, sabendo que na altura foi tão indiferente para mim conhece-lo !
Eu não lhe mandei mensagem, esperei que ele mandasse. Demorou a mandar, mas quando estava na aula de Inglês recebi uma mensagem dele a dizer 'Olá'.
Começamos a falar um com o outro, a conhecermos-nos melhor, a dizer as coisas que mais gostávamos e as que menos gostávamos. Para isso fazíamos um jogo, que tínhamos de fazer perguntas um ao outro e responder. Começou a tornar-se um vicio falar com ele, falávamos todos os dias, a toda a hora, mas mesmo assim ainda gostava do outro rapaz, mas gostava mil vezes mais de falar com este que tinha conhecido.
Não demorou muito a começarmos uma relação, foi muito estúpido, e em muito pouco tempo. No dia 19 de Setembro de 2009, ele pediu-me logo para a andar. Eu não lhe dei resposta, disse que ia pensar. Nós ainda nem tínhamos estado juntos sequer, só falávamos, e falávamos .. Mas no dia 20 de Setembro de 2009, combinamos sair. Fui com a minha melhor amiga que era na altura, a Vanda, encontrarmos-nos com ele e outro amigo, perto de casa dele. Depois fomos para o jumbo. Foi uma saída muito rápida. Eu estava de castigo na altura não pude ficar muito tempo fora. Ele nesse dia pediu-me resposta, mas eu ainda não sabia o que dizer. Por isso despedimos-nos e eu e a melhor amiga fomos a correr para casa, eu já estava super atrasada.
No dia 21 de Setembro de 2009. segunda-feira, entravamos os dois à mesma hora, á 13h30. Eu estava ao portão á espera dele, e o rapaz que eu gostava estava sentado a meu lado.. Sim, meu Deus .. Achei a altura certa para dar a resposta ao outro rapaz. Então assim que ele chegou, eu afastei-me com ele, a única coisa que eu lhe disse foi '' Sim ''. Ele ficou uns quantos minutos a fazer-se de parvo a perguntar '' Sim o quê ? ''. Ele já tinha percebido, depois beijamos-nos. Foi um beijo muitooooo estranho, muito rápido, fiquei á toa mas pronto, depois viramos costas e cada um para seu lado.
A nossa relação era super estranha ao inicio. Nunca estávamos juntos, um intervalo nem nada ! O nosso namoro era, telemóvel, beijo quando por acaso nos encontrávamos, e adeus adeus. Também não me importava muito, ainda não sentia nada forte por ele que fizesse com que eu me importasse.
Passado mais ou menos um semana, já começávamos a parecer namorado mais normais. A passar intervalos, de vez em quando a sair ..
Havia um dia da semana que eu tinha aulas de manhã e ele não, senão me engano era á quinta-feira. Ele entrava á 13h30 e eu tinha hora de almoço das 11h45 até á 13h30. Nessa quinta-feira, fui mais o meu grupo de amigos almoçar ao café, mas o rapaz que eu ''gostava'' também foi, e passamos essa hora de almoço juntos, mas não sozinhos.
Bem, foram logo inventar que eu e ele tínhamos beijado e que eu era uma porca porque tinha deixado ele fazer de mim o que queria, completamente mentira ! Mas ele não acreditou, e acabamos .. Na altura não percebi porque, mas fiquei mal .. Estava a começar a gostar dele ..
Mas ele tinha acabado, e eu também não fui atrás, eu não era de ir atrás de ninguém .. Mesmo sabendo que tinha errado, era muito orgulhosa ..
Mas eu e ele continuamos a falar todos os dias, como amigos apenas. Na altura usava-se aqueles nomes que dávamos uns aos outros, como a confidente, gémea, essas tretas que já não se usa definitivamente ! Eu fiquei a amorzinha dele, e ele o meu amorzinho. Nesse dia lembro-me que estava no jumbo, e no msn do telemóvel, a falar com ele, e com o rapaz que eu ''gostava'', e esse rapaz como soube que eu o outro rapaz, tinhamos acabado, pediu-me em namoro, e eu aceitei. Durou um dia ! O rapaz que eu tinha andado, fez de tudo para ele acabar comigo e acabou. Não fiquei muito mal, já não era aquela coisa que era .. Pensava já mais nele do que no rapaz que supostamente gostava. Logo no dia a seguir de ele ter acabado comigo, eu e o outro rapaz encontrarmos-nos opé da mesa de ping-pong, onde nos encontramos e nos reconciliamos.
Já tinha a certeza que gostava dele. Não o amava, mas adorava-o. Não era nada muito forte ainda, era uma criança, reconheço.
Era uma relação muito confusa, não consigo bem descreve-la. Sei que entre isso, acabamos novamente, porque ele pensava que eu ainda gostava do outro rapaz. Mas voltamos a andar, no dia 31 de Outubro, na festa de uma amiga, a Inês.
Ai pode-se dizer com todas as certezas que gostava dele, e que isto sim era uma relação !
Mas pelos vistos para ele não era nada assim tão especial, porque no dia 2 de Dezembro de 2009, acabou comigo porque estava confuso com outra rapariga. Mesmo assim não teve coragem de me o dizer, inventou outro motivo.
Mas continuamos sempre a falar, a sair de vez em quando, mas nada de beijos, nada de namoros, éramos só mesmo amigos.
Pelo o que ele me disse, beijou a outra rapariga que o deixava confuso, e ai percebeu que gostava de mim e ainda disse que não gostou do beijo que lhe deu, lembro-me tão bem de ele me dizer, que naquela altura só queria os meus beijos em vez de os dela. Senti-me muito feliz, não fiquei chateada, só um pouco magoada, e senti-me trocada, mas são coisas que acontecem ..
Ele com tudo o que aconteceu no inicio, não conseguia acreditar no meu sentimento, por isso não voltamos a andar logo, tivemos separados 1 mês, 1 semana, e 3 dias. Ele pediu-me uma prova. Demorei a conseguir arranjar uma prova decente que provasse mesmo que eu o amasse. Ainda hoje penso que esta não foi suficiente, mas fez com que voltássemos isso foi o mais importante. No dia 13 de Janeiro de 2010, no primeiro intervalo da tarde, uma quarta-feira, tentei falar na rádio da escola para ele, mas não deu, porque era os primeiros dias da rádio e ainda não aceitavam que falassem lá. Mas como eu era amiga das pessoas que faziam parte da associação de estudantes, abriram uma excepção para mim, e na rádio dedicaram-lhe uma música que não fui eu que escolhi, e falaram, a dizer que a Sofia Catarina queria dedicar uma música, ao tal rapaz .. A música que puseram a tocar para ele foi a Sweet Dreams da Beyoncé. Eu sei, nada romântica !
Fiquei tão envergonhada, nesse intervalo escondi-me o resto de tempo com o Miguel, que é um dos meus amigos mais próximos. Ele andou o intervalo todo á minha procura para falar comigo, e eu escondida, sem atender os telefonemas, mesmo super envergonhada ! Toda a escola tinha ouvido isto, meu Deus. Quando o intervalo acabou, fui para a sala, passado um tempo para não apanhar ninguém pelo caminho. Mas depois ele mandou-me mensagem a perguntar onde estava. Eu disse que já estava na sala, mas sai e fui ter com ele á biblioteca, mais a minha amiga Nadine.
Eu nem sabia o que dizer ! Estava tão nervosa ! Nem conseguia olhar para ele .. Lembro-me de a Nadine dizer só '' Vá Sofia despacha-te temos que ir para a sala '' e eu só dizia '' Ai tenho medo de perguntar '', e ele disse '' Não percebo porque se ela sabe que a resposta vai ser sim ''. Perdi o medo todo, mesmo assim não consegui olhar-lhe nos olhos, mas perguntei '' Queres namorar comigo ? '' Ele disse que sim, beijamos-nos e fomos cada um para a sua aula.
Nesse dia ele saia ás 17h40 e eu ás 18h30. Eu fiz de tudo para sair da aula, e fiquei o resto do tempo com ele. Foi sem dúvida o segundo melhor dia da minha, poder ter voltado para ele foi lindo ! Eu já o amava, sem qualquer duvida.
A nossa relação era linda, estávamos sempre, sempre, juntos, sempre a falar, todos os dias mesmo. As nossas horas de almoço eram as melhores do mundooo.
É melhor nem contar os pormenores desse tempo senão este texto enorme, ainda vai ficar muito mas muito maior.
Vou andar um bocado para a frente, e contar o 3º dia melhor da minha vida, que foi no dia 3 de Maio de 2010. Era uma segunda-feira, nem eu, nem ele tínhamos aulas de manhã, fomos para casa dele, e sim aconteceu, a primeira vez dos dois. Foi tão giro .. Tão lindo .. Ao mesmo tempo horrível. Porque apanhamos um susto enorme !
Toda a escola soube, eu podia estar grávida com 13 anos, não ia ser nada bom .. Na altura eu estava super assustada, não me podia acontecer aquilo, a minha família não iria aceitar, e eu também não ! Mas muita gente já teve uma paixão assim sabe que achamos que é tudo um mar de rosas, e por momentos eu e ele achamos piada á ideia de termos um filho, mas para ser sincera, agora não acharia mesmo piada nenhuma ! Até pensamos em nomes, para rapaz era Martim e para menina Madalena, que cena meu ..
Finalmente tinha conseguido arranjar dinheiro para o um teste de gravidez. Foi mesmo um momento de tensão horrível. Na caixa dizia que em 3 minutos eu tinha o resultado, mas aquilo demorou horas ! E tão depressa estava positivo como passava para negativo ! Mas graças a Deus eu não estava gravida !
Esta nossa relação durou 2 anos e 2 meses. Há muitas coisas que eu nunca vou esquecer, como a nossa primeira fotografia, quando conhecemos a família um do outro, todas as vezes que íamos ao cinema, todas as vezes que mandávamos músicas um ao outro que se identificavam connosco, todas as vezes que fomos almoçar fora, as vezes que saímos juntos, que fomos á praia, que fomos ao forum, as tardes em minha casa a ver filmes, todas as manhãs na casa dele, e as manhãs na casa do meu pai, todos os momentos ao lado dele, e não só. Também guardei muitas palavras, como '' eu amo-te com todas as palavras '', e quando ele me ligou de madrugada, do nada, e só me disse '' eu amo-te, nunca me deixes, fica sempre comigo '', isso então eu nunca vou mesmo esquecer foi uma coisa que me tocou muito, porque foi do nada, e eu senti que foi sincero ..
Lembro-me de tanta coisa, até dos pormenores mais insignificantes .. Para mim a nossa relação era perfeita, ele fazia da minha vida perfeita ! Ele era o único que me fazia sentir bem comigo mesma, o único motivo do meu sorriso, a única pessoa por quem eu acordava todos os dias com vontade de estar, a primeira pessoa em quem eu pensava para tudo, ele era a minha prioridade, muitos acham estúpido, mas eu digo com muito orgulho que ele era tudo para mim ! Ele era a minha vida !
Arrependo-me imenso de todas as vezes que fui estúpida com ele, de todos os erros que cometi, acho que nunca me arrependi tanto de alguma coisa, porque eu reconheço que se o perdi a culpa foi toda minha, e o meu sofrimento de agora, é fruto de tudo o que eu fiz, como dizem '' cada um colhe o que semeia '' e é isso que eu estou a fazer ..
Aconselho mesmo todos vocês que neste momento que tem alguém ao vosso lado, que lhe dêem tudo, que façam essa pessoa chorar, mas de felicidade, que a façam sentir como eu me sentia, porque eu digo mesmo, que era a melhor sensação do mundo, sentir-me amada, e desejada. Ter alguém a nosso lado que amamos e que sentimos que nos ama, é uma coisa muito rara de acontecer, e eu tive essa sorte, mas desperdicei não façam o mesmo !
Outra coisa que podem achar a mais estúpida de todas, mas eu acreditava que era para sempre ..


13 comentários:

Inês Cruuz disse...

é verdade .. eu consegui ler isso tudo, não é p todos! ahaha
tá muito bonito besty, muito muito <3

Sofia Catarina disse...

a sério besty ? ahah, espero que muita gente consiga ler, ou menos é sinal que os meus textos cativam AHAH
obrigado besty linda te amo <3

Anónimo disse...

História linda :')
Pq acabou? :o

Sofia Catarina disse...

Sentimento acabou, acho eu. Sinceramente não sei, mas deve ser isso.

Anónimo disse...

amor que é verdadeiro nunca acaba.

Anónimo disse...

SE EU NÃO TJI AMASSE TANTO ASSIIIIM

Sofia Catarina disse...

Doido !
TALVEZ PERDESSE OS SONHOS, DENTRO DE MIM

Anónimo disse...

Obrigado por teres publicado o texto que te pedi está lindo, e é uma história LINDA!

Sofia Catarina disse...

De nada querida, quero é cativar os meus leitores não é <3
Se quiseres que escreva sobre mais alguma coisa especifica, é só dizeres !
Beijinhos e obrigada por seguires*

Anónimo disse...

ainda gostas dele?

Sofia Catarina disse...

Não!

Anónimo disse...

ent e pq n era assim tao forte.

sofia catarina . disse...

cale-se