Fuck you.

Sabem aquela pessoa que nos amamos muito, muito do fundo do coração, que ao mesmo tempo é a que mais odiamos ? De certo que sabem, porque toda a gente tem uma na sua vida. É sobre essa pessoa que vou escrever hoje. Essa pessoa horrível, estúpida, parva, que me deixa com os nervos à flor da pele, essa pessoa que me faz gritar de raiva, atirar o telemóvel contra à parede, dar murros nas almofadas, que me faz chorar, mas depois ao mesmo tempo que me deixa bem com pequenos gestos ( Neste caso com quase nenhuns. ) que me faz sorrir, chorar de felicidade, a pessoa que ás vezes até me consegue fazer feliz, por ser a única capaz disso, apesar de isso não acontecer à muito tempo.
Mas que neste momento me faz mais mal que bem ! Alguém me pode explicar como é possivel amar uma pessoa, mas não a querer de volta ? RIDÍCULO. ( Mas ainda bem. ) E ainda por cima, ao mesmo tempo deseja-la mais que tudo no mundo, apetecer chegar agarrar e dar montes de mimos, mas também muita porrada, sim porque isto de odiar a pessoa que se ama tem dessas coisas.
Outra coisa que eu não consigo perceber e gostava que me explicassem, é porque é que passado tanto tempo continuo a gostar dessa pessoa, depois de termos estado tanto tempo afastados, hmm, true love <3 Beautiful <3 ( Or not. Neste caso. ) Mas pronto é normal, mas ao mesmo tempo, parece muito anormal, por a outra pessoa ter esquecido .. hmm .. false love Estou confusa, tal e qual este texto nada sentido, peço desculpa meus caros leitores, hoje não estou inspirada, mas sim irritada, e é a minha maneira de me expressar, beijinhos para vocês *

7 comentários:

filipa catarina disse...

hahahahahahaha es muito parva xD o texto ate ta engraçado. e sim tens razão!!! malditos sejam estes rapazes!

sofia catarina . disse...

ahah, eu sei bem o que aturas xD

Anónimo disse...

ui amor odio esse

sofia catarina . disse...

é anónimo :v

Anónimo disse...

para voces os rapazes sao isto e aquilo mas eu digo uma coisa talvez em nome de muitos rapazes! maioria deles nao admite os seus sentimentos!

sofia catarina . disse...

e isso é tãaaaaaaaaaaaaaaaaaaao estúpido, e tãaaaaaaaaaaaao infantil, mas obrigado pelo comentário, rapaz anónimo revoltado (?)

Anónimo disse...

essa história é bem igual á minha <3